Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A mesa

por A Mãe (In)Consciente, em 21.07.14

 

Afinal sempre ganhei a mesa.
Assim, de forma inesperada, ontem ao final da tarde.
O fim-de-semana tinha sido cansativo. Tinha-me dado uma abelhice de limpezas mais profundas, sem que ele me pudesse ajudar (tinha um compromisso). A isso ainda acrescentei uma maravilhosa caminhada campestre.
A mesa lá foi para casa. Mas a entrada da mesa implicava mudanças.
Comemos uns caracóis para descontrair antes do trabalho. Já estava a ver que não conseguia ir fazer jantar.
No lugar da mesa estava uma secretária. A secretária era para ir para um quarto. Tivemos de desmanchar uma estante de livros, mas depois a secretária não entrava no quarto. Nem de lado, nem com a porta tirada, nem com a secretária desmontada.
Tivemos que fazer resete. Voltar a montar a estante a colocar os livros.
Arrumámos a sala de outro modo. Colocamos a secretária junto a uma janela. Sempre deu para lhe colocarmos a impressora em cima, que estava dentro de uma prateleira e que era preciso estar sempre a por e a tirar sempre que precisava de usar.
A mesa ficou ao lado da secretária, e imaginem, não ficou mal!
Aproveitamos e destralhámos coisas da estante atrás da mesa. Ficámos com 2 prateleiras livres, mas não podemos esquecer que numa delas estava a impressora.
Depois das férias vou comprar cadeiras, e devolver ao dono as que tenho lá em casa.
À noite não conseguia dormir, tantas eram as dores nas costas e no externo. Mas estava feliz.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:57